Pelo amor à vida e aos halteres
Encontramos um grego que trabalha como gerente de uma fábrica de equipamentos de halterofilismo. Trabalhando no Japão mostra vidas de profissionais estrangeiros no país.
Anastasios Pappas, um grego de 37 anos, trabalha numa fábrica de halteres no distrito de Sumida, em Tóquio, desde 2010
Anastasios levanta halteres de 60 quilos no total. Na verdade ele é um ex-halterofilista. Ele foi vice-campeão na competição nacional de 2003 na Grécia.
Uesaka Tadamasa, proprietário e CEO da companhia. Ele foi à Grécia a trabalho e conheceu Anastasios, que estava trabalhando como voluntários nos eventos de halterofilia dos Jogos. Os dois logo se tornaram bons amigos.
Eles recebem encomendas do mundo inteiro para seus halteres. Anastasios está confiante e se orgulha da qualidade dos produtos feitos por ele e sua equipe com habilidade e experiência.