Levando o saquê para o mundo
Trabalhando no Japão mostra vidas de profissionais estrangeiros no país. Nesta edição fomos até a cidade de Tamba, na província de Hyogo, no oeste do país, para conhecer algumas das dificuldades encontradas por Kelley Kaminsky, uma americana apaixonada pela fabricação de saquê.
Kelley Kaminsky trabalha numa fábrica de saquê na cidade de Tamba, província de Hyogo
Kelley (esq.) quer levar o saquê para outros países e o principal fabricante, Yashima Korei (dir.), controla a produção
Kelley aprecia o trabalho de seus colegas na fábrica