Edição 18 de fevereiro
Nesta edição a apresentadora Sonia Nakagawa reporta, diretamente da capital paranaense, o Japão que existe em Curitiba. Além de espaços públicos que remetem ao país do sol nascente, a cidade abriga uma atuante associação cultural nipo-brasileira e conta até com um descendente de samurais que é forjador de espada katana. Ouça, comente e compartilhe o link com os amigos.
Tisa nos conduz ao Japão que existe em Curitiba. Além de uma réplica do Pavilhão Dourado de Kyoto nos deparamos também com um mestre forjador de espada japonesa
O Nikkei Clube de Curitiba, com seus 2.200 associados e área de 31 mil m², é um ponto de encontro para amantes da cultura japonesa. Everson Keiti Katayama preside a entidade (segundo da dir. para a esq.)
Mity Yamashiro, a criadora do icônico “capistel” e da “capixinha”. Pastel e coxinha em formato de capivara, animal mascote de Curitiba
Edson Suemitsu, conhecido como o Samurai das Araucárias, produz espadas katana de forma artesanal e seguindo técnicas ancestrais