EUA e Alemanha vão fornecer à Ucrânia tanques de combate modernos

Forças ucranianas deverão obter uma vantagem em equipamento blindado no combate a tropas russas. Após meses de discussões, parceiros ocidentais decidiram enviar dezenas de tanques de combate modernos para reforçar suas formações.

Os Estados Unidos decidiram fornecer 31 dos seus tanques M1 Abrams, número suficiente para um batalhão, apesar de receios de que os ucranianos tenham dificuldades para operá-los e fazer a sua manutenção. É um modelo de tanque de alto custo de funcionamento por ser alimentado com combustível para aviões a jato. No entanto, Washington diz que fará com que tudo saia a contento.

A decisão foi tomada depois que a Alemanha aceitou fornecer 12 tanques Leopard 2. Além disso, Berlim autorizou outros países a exportar os próprios tanques alemães de mesmo modelo que possuam.

Autoridades da Rússia criticaram lideranças alemães pelo armamento da Ucrânia com modernos tanques. Disseram que líderes da Alemanha esqueceram a sua “responsabilidade histórica” de preservar a paz após a 2ª Guerra Mundial. Moscou adverte ainda que os tanques poderão alçar o conflito a “um novo nível de confrontação”.