Japão pretende rebaixar de categoria a Covid-19 em abril ou maio

No final de abril ou início de maio, o governo do Japão pretende rebaixar de classificação a Covid-19, passando a doença para a mesma categoria da gripe sazonal — influenza. A decisão sobre a questão deve ser tomada até o fim desta semana.

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, manifestou na semana passada intenção de mudar a classificação da enfermidade, a princípio nesta primavera japonesa, para a categoria 5 — a mesma da gripe sazonal. Hoje a Covid-19 corresponde à categoria 2 — a segunda com maior gravidade no sistema de classificação de doenças infecciosas do país. O nível permite que as autoridades tomem medidas rigorosas para a prevenção de amplo contágio.

Até o momento é cogitada a reclassificação para abril ou maio, época em que governos provinciais ou prefeituras e estabelecimentos médico-hospitalares já teriam tido tempo suficiente de preparação.

O governo nacional informa que vai definir mais precisamente o período da mudança e reunir uma força-tarefa para tomar a decisão até o fim da semana.

O governo planeja continuar a cobrir despesas com tratamento médico-hospitalar após a reclassificação, citando receios de que as pessoas não se sintam motivadas a fazer consultas caso tenham de arcar com as despesas.

Algumas autoridades propuseram um abrandamento das regras de uso de máscara em escolas antes da mudança de categoria.