Neve continua e temperaturas caem abaixo de zero grau em muitas partes do Japão

A massa de ar mais fria da estação continua a causar quedas de neve, principalmente em áreas ao longo da costa do Mar do Japão, desde o oeste ao leste do país.

A neve se acumulou em locais de baixas elevações, onde geralmente cai pouca neve. Às 8h00 desta quarta-feira, o acúmulo de neve chegou a 12 centímetros na cidade de Kyoto e 5 centímetros na cidade de Hiroshima.

Os ventos também se intensificaram desde o norte ao oeste do Japão, principalmente ao longo da costa do Mar do Japão. Rajadas de ventos, com velocidade máxima de 111 quilômetros por hora, foram observadas pouco antes das 8 da manhã na cidade de Okushiri, província de Hokkaido.

As temperaturas mínimas caíram para -12,8 graus Celsius na cidade de Sapporo, e -7,5 graus na cidade de Sendai.

Estima-se que o padrão de pressão invernal permaneça até a quinta-feira, trazendo neves pesadas e nevascas principalmente para as áreas ao longo da costa do Mar do Japão. É possível que ocorram nevadas intensas também em locais de baixas elevações ao longo do Oceano Pacífico.

A previsão é que as temperaturas caiam drasticamente em todo o país ao nível mais baixo registrado em uma década.

Os meteorologistas estão exortando as pessoas a terem cuidado com a neve pesada, nevascas, estradas congeladas e outros efeitos nos meios de transporte, ventos violentos e altas ondas. Eles também pedem que as pessoas fiquem atentas ao congelamento das tubulações de água e às quedas de energia devido à neve.