Massa de ar mais fria da estação vai afetar muitas áreas do Japão a partir desta terça-feira

A partir desta terça-feira, muitas áreas em todo o Japão devem ser afetadas pela massa de ar mais fria da estação.

Autoridades meteorológicas advertem que as temperaturas podem cair até os índices mais baixos em uma década em todo o país, afetando os transportes e congelando tubulação de água. Elas advertem a população a se preparar para neve intensa e baixas temperaturas, além de se abster de sair de casa.

Segundo a Agência de Meteorologia, os efeitos de um padrão climático do tipo invernal já têm trazido neve, sobretudo em áreas ao longo da costa do Mar do Japão, do norte ao oeste do país.

O padrão climático deve se tornar mais intenso e trazer a massa de ar fria mais poderosa até os céus do norte ao oeste do Japão na noite de terça-feira. Isso fará com que a neve e os ventos se intensifiquem e provoquem neve pesada e tempestades de neve, sobretudo ao longo de áreas da costa do Mar do Japão. É capaz que a neve se acumule rapidamente.

A neve também pode se intensificar e acumular em Tóquio.

A precipitação de neve nas 24 horas até o meio-dia de quinta-feira deve ser de 50 a 70 centímetros em Tohoku; de 40 a 60 centímetros na província de Niigata; de 30 a 50 centímetros em Hokkaido, Hokuriku e Kinki; de 20 a 40 centímetros em Kanto-Koshin e Chugoku; e de 10 a 20 centímetros em Tokai e no norte de Kyushu.

Já as temperaturas mínimas noturnas de terça para quarta-feira devem ser de 12 graus Celsius negativos na cidade de Sapporo e 7 graus negativos na cidade de Nagano. Temperatura mínima de 2 graus negativos é esperada na região central de Tóquio e na cidade de Osaka.

As autoridades meteorológicas advertem a população a ter cuidado com a neve pesada, tempestades de neve, vias congeladas e outros efeitos sobre os transportes, além de ventos fortes e ondas altas. Elas pedem ainda que as pessoas permaneçam alertas para o congelamento da tubulação de água e apagões devido à neve.