Frio extremo e tempestades de neve devem tomar conta do Japão até a quinta-feira

Uma onda de frio extremo deve trazer nevascas e temperaturas perigosamente baixas para o Japão nos próximos dias.

A Agência de Meteorologia do Japão divulgou uma previsão de que a onda de frio mais forte desta estação deve tomar o país desde a região norte até a região oeste, conforme um forte padrão climático de inverno se desenvolve até a quinta-feira. Nevascas e grandes quantidades de neve são previstas para as áreas costeiras ao longo do Mar do Japão desde o norte até o oeste do país, com a possibilidade de uma rápida acumulação de neve.

Também existe a possibilidade de neves fortes em áreas baixas da costa banhada pelo Oceano Pacífico. Segundo meteorologistas, até as ruas dos entornos e centro de Tóquio podem ficar cobertas de neve na noite desta terça-feira.

Nas 24 horas até a o meio-dia de quarta-feira, até 90 centímetros de neve deve cair na província de Niigata, enquanto a região de Hokuriku deve receber até 80 centímetros e as regiões de Tohoku, Kanto-Koshin, Kinki e Chugoku, 70 centímetros.

Para a região de Tokai, são previstos até 60 centímetros de neve, 40 centímetros para Hokkaido e o norte da região de Kyushu, 30 centímetros para a região de Shikoku e 20 centímetros para o sul de Kyushu.

As temperaturas em todo o país devem despencar para níveis registrados apenas uma vez em cada dez anos. Na quarta-feira, os termômetros devem marcar uma temperatura mínima de -12 graus na cidade de Sapporo, -7 graus na cidade de Nagano, -6 graus nas cidades de Sendai e Kumamoto, -4 graus na cidade de Kochi e -2 graus no centro de Tóquio.

Meteorologistas estão pedindo que as pessoas se mantenham em alerta para gelo nas pistas, rajadas de vento e mares agitados. Também alertam para a possibilidade de que canos congelem e que haja queda de energia. Segundo as autoridades, é possível que ocorram congestionamentos em vias onde há previsão de nevascas e que, portanto, residentes devem evitar sair de carro a não ser em casos de extrema necessidade.