NHK Responde: Três anos desde o primeiro caso de coronavírus no Japão (1)

A NHK responde a perguntas sobre o coronavírus. Três anos se passaram desde a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Japão. Nesta mais recente série, vamos analisar como as infecções por coronavírus mudaram ao longo desse período.

De acordo com dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, até 20 de janeiro deste ano, o número cumulativo de casos de Covid-19 em todo o mundo era de mais de 668 milhões, e de mais de 6,7 milhões de mortes.

O primeiro caso de Covid no Japão foi reportado três anos atrás, em 15 de janeiro. O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social afirma que, segundo dados de até 20 de janeiro, o total cumulativo de casos no país era de cerca de 32 milhões, com a confirmação de mais de 64 mil mortes.

O número de casos de Covid no Japão aumentou drasticamente, em particular ao longo do último ano, desde o início da disseminação da variante ômicron em janeiro de 2022. O total de casos de Covid-19 somente ao longo do último ano representa quase 95% do número cumulativo de infecções registradas nos últimos três anos.

A taxa de mortalidade entre pacientes de Covid no Japão caiu consideravelmente ao longo dos últimos três anos devido ao desenvolvimento de tratamentos e vacinas.

As taxas de mortalidade durante a primeira onda de infecções em janeiro de 2020 eram de 5,34%. Desde o início do alastramento da ômicron em janeiro de 2022, as taxas de mortalidade a partir da sexta onda até a atual oitava onda tiveram declínio acentuado para a faixa de 0,1%.

As informações são do dia 23 de janeiro.