Russos morando no Japão protestam contra o governo da Rússia

Em meio aos ataques militares da Rússia em andamento na Ucrânia, cerca de 20 russos residindo no Japão se agruparam no sábado no distrito de Shibuya, em Tóquio, para protestar contra o governo do presidente Vladimir Putin.

Manifestantes que responderam aos chamados via rede social exibiam cartazes com dizeres como “Guerra Não” e outras mensagens. Eles também portavam bandeiras nas cores branco, azul e branco, que representam um símbolo de oposição à invasão russa.

Eles entoaram palavras de ordem, como “Paz na Ucrânia” e “Parem com Putin”, conclamando por uma imediata retirada das forças russas para dar um fim à invasão.

Uma mulher que mora no Japão há cinco anos disse que a pior coisa era a morte de civis, e que, por ser russa, ela se sente responsável.

Ela afirmou que quer continuar manifestando sua oposição ao governo russo e seu apoio ao povo ucraniano.

Um homem que trabalha no Japão há seis anos declarou que a repressão exercida pelo Kremlin está tornando difícil a realização de protestos na Rússia, e que ele quer agir por aqueles em seu país de origem.