Professores da Faixa de Gaza observam ensino de paz em Hiroshima

Professores da Faixa de Gaza, enclave permanentemente em conflito com Israel, visitaram uma escola do ensino fundamental de Hiroshima para observar uma aula que tem por disciplina a paz.

Sete professores palestinos estão no Japão a convite do Ministério dos Negócios Estrangeiros do país para conhecer o ensino da matéria. Na quarta-feira visitaram a Escola do Ensino Fundamental Tenma, da cidade da região oeste do país que sofreu ataque atômico em 1945.

Na aula, alunos da 5ª série manifestaram pontos de vista a respeito de relatos de sobreviventes da bomba apresentados pelo professor da classe. Foi dito aos estudantes que familiares de uma mulher sobrevivente haviam perdido a vida no ataque. A partir da tragédia, ela passou a evitar a visualização de fotos de família por haver posado para uma juntamente com seus familiares pouco antes do lançamento da bomba.

Ouvindo atentamente os relatos, os professores palestinos faziam anotações. Eles falaram, então, da sua própria experiência na Faixa de Gaza. Disseram aos estudantes japoneses que escolas são destruídas e crianças são mortas em ataques a Gaza lançados por Israel, mas que eles conseguem levar adiante as aulas.

Um dos estudantes japoneses disse ter ficado impressionado com a persistência de crianças da Faixa de Gaza que prosseguem seus estudos apesar do trágico dia a dia.

A professora palestina Ola Alaila definiu o modo de realização da aula em Hiroshima como semelhante à regência de uma orquestra sinfônica. Acrescentou que pretende pedir a seus próprios alunos, quando retornar a Gaza, um relato de suas percepções a respeito da paz.