Estudo diz que temperaturas na Groenlândia são as mais elevadas em mil anos

Novos dados revelaram que, neste século, as temperaturas médias na Groenlândia têm sido as mais altas dos últimos mil anos em consequência dos efeitos do aquecimento global.

Uma equipe de pesquisadores sob liderança do Instituto Alfred Wegener, com sede na Alemanha, anunciou suas constatações na edição de quarta-feira da revista científica Nature. A equipe analisou o manto de gelo das regiões central e norte da Groenlândia para cotejar alterações de temperatura ocorridas em um largo período, que se estende de mais de mil anos atrás a 2011.

Pesquisadores constataram que as temperaturas médias registradas entre 2001 e 2011 foram 1,5 grau Celsius mais elevadas do que as do século 20.

Especialistas preveem que o derretimento do manto de gelo da Groenlândia virá a causar um aumento significativo do nível do mar no mundo inteiro. Segundo a equipe de pesquisa, o estudo demonstra que a ‘influência antropogênica’ vem atingindo as regiões central e norte da Groenlândia e poderá vir a acelerar ainda mais a perda de massa geral do manto de gelo da grande ilha dinamarquesa.