Premiê do Japão vai realizar discurso com foco no enfrentamento do declínio da taxa de natalidade do país

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, vai realizar um discurso sobre políticas no qual destacará o enfrentamento do declínio da taxa de natalidade do país como a maior prioridade do governo.

Um esboço do discurso para a sessão ordinária do Parlamento, que será convocada na próxima semana, diz que o Japão se encontra à beira de perder sua capacidade de manter os sistemas sociais funcionando devido ao declínio da taxa de natalidade. O documento diz ainda que políticas de apoio às crianças e à criação dos filhos são os investimentos mais eficazes para o futuro, em prol dos quais o governo vai formular medidas concretas e buscar fontes financeiras estáveis.

O esboço aborda os esforços do governo para o aumento de salários. Incluem-se aí o apoio para aqueles que desejam mudar sua situação empregatícia de não permanente para permanente e o suporte para requalificação profissional. O governo também tenta acelerar a reforma do mercado de trabalho através da revisão do sistema de aumentos salariais com base na senioridade, além de outras medidas.

Quanto ao orçamento de defesa, o documento afirma que o governo planeja assegurar um total em torno de 43 trilhões de ienes, ou cerca de 335 bilhões de dólares, para o período de cinco anos que se inicia no ano fiscal de 2023. O esboço diz que o governo envidará os maiores esforços no âmbito das reformas administrativa e fiscal para obter fontes financeiras suficientes antes de recorrer ao aumento de impostos.