População da China cai pela primeira vez desde 1961

A China divulgou que sua população diminuiu em cerca de 850.000 pessoas no ano passado, o primeiro declínio registrado em 61 anos.

Na terça-feira, o Escritório Nacional de Estatísticas do país anunciou que o total de habitantes na China continental foi estimado em 1 bilhão, 411 milhões, 750 mil pessoas no final de 2022.

A última vez que foram registradas quedas de população foi em 1960 e 1961, quando a política conhecida como o “Grande Salto Adiante” fracassou, fazendo com que muitas pessoas morressem de fome.

Em 2016, a China encerrou a política do filho único, depois de enfrentar problemas com a falta de mão de obra e o rápido envelhecimento da população. Desde 2021, os chineses têm permissão para ter até três filhos, mas a taxa de natalidade permanece baixa devido aos altos custos de sustentar uma família e a mudanças de opinião sobre casamento e filhos.

Devido ao crescimento da população, a China tornou-se a segunda maior potência econômica mundial, mas segundo observadores, se a população continuar caindo, o crescimento econômico poderá ser prejudicado.