Zelenskyy afirma que 30 pessoas foram mortas em ataque de mísseis pela Rússia em apartamento na Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, afirmou que 30 pessoas, incluindo uma garota de 15 anos de idade, foram mortas no ataque com mísseis pela Rússia no sábado sobre um edifício de apartamentos na região oriental de Dnipropetrovsk.

Zelenskyy afirmou no domingo que o ataque sobre um edifício de nove andares na cidade de Dnipro também deixou 73 pessoas feridas e mais de 30 outras desaparecidas.

O ataque era parte da recente ofensiva com mísseis da Rússia na capital Kiev e outras partes da Ucrânia. O ministério da Defesa russo afirma que os ataques foram lançados contra o comando do exército ucraniano, o sistema de controle e as instalações energéticas. Ele insiste que todos os alvos designados foram atingidos.

O presidente russo Vladimir Putin deu uma entrevista para a televisão estatal na sexta-feira. Ele discutiu o recente anúncio do ministério da Defesa de que as tropas russas haviam tomado Soledar, uma cidade perto do forte ucraniano em Bakhmut, na região leste de Donetsk. Putin afirmou que a dinâmica está positiva e que tudo está se desenvolvendo dentro do plano do ministério da Defesa e do Estado Maior das suas forças armadas.

Ele acrescentou que espera que os combatentes russos irão brindar seus compatriotas mais vezes com os resultados dos seus esforços de combate.