Premiê do Japão completa viagem por cinco nações do Grupo dos Sete

O premiê japonês, Kishida Fumio, deu destaque ao acordo com outros líderes de nações do Grupo dos Sete, G7, sobre o intuito de cooperar estreitamente pela proteção da ordem internacional baseada em leis.

Kishida realizou no sábado uma coletiva para a imprensa em Washington, a última escala de sua viagem por cinco nações do G7.

Relembrando suas conversas com líderes de França, Itália, Reino Unido, Canadá e Estados Unidos, Kishida afirmou ter trocado opiniões sinceras com cada líder sobre questões bilaterais e cooperação, assim como sobre incertezas na situação da segurança pelo mundo.

Kishida disse que explicou a atuação do Japão na presidência da cúpula do G7 deste ano em Hiroshima, e debateu com eles sobre as atividades do G7 para o decorrer do ano.

O premiê japonês declarou que ele e outros líderes reafirmaram a união do grupo nos esforços para proteger a ordem internacional baseada no Estado de direito.

Em relação ao seu encontro com o presidente americano, Joe Biden, Kishida disse que o presidente manifestou total apoio ao Japão em sua decisão de efetuar uma grande mudança na sua estratégia de segurança nacional, incluindo uma decisão de incrementar gastos com defesa, e na obtenção da capacidade de lançar contra-ataques.

Kishida também disse que ele e Biden concordaram que as estratégias de segurança nacional de Japão e Estados Unidos estão alinhadas.

Kishida afirmou que eles reiteraram a determinação de fortalecer ainda mais o poder de dissuasão da aliança nipo-americana antes de efetuarem a emissão de uma declaração conjunta.