Até 900 milhões de pessoas podem ter sido infectadas por coronavírus na China

A mídia da China diz que pesquisadores da Universidade de Pequim estimam que até 900 milhões de pessoas podem ter sido infectadas pelo coronavírus no país. O número corresponde a mais de 60% da população.

Os pesquisadores afirmam que chegaram a este total em 11 de janeiro, com base nos dados como o número de buscas online relacionadas aos sintomas da Covid-19. Eles citam que o contágio se alastrou rapidamente após a amenização, pelo governo, das restrições concernentes ao coronavírus em 7 de dezembro. As infecções chegaram ao pico 13 dias depois em muitos locais.

Autoridades chinesas não têm atualizado dados oficiais sobre os casos de contágio desde 8 de janeiro.

Muitas pessoas na China viajam para suas terras natais durante os feriados do Ano Novo Lunar, que começam em 21 de janeiro. Estão crescendo temores sobre a propagação do contágio em áreas rurais, assim como o surgimento de uma nova variante.