Ucrânia afirma que intensos combates continuam no leste do país

A vice-ministra da Defesa da Ucrânia afirmou que intensos combates continuam a ocorrer próximo ao reduto de Bakhmut, em Donetsk, na parte leste do país.

Hanna Maliar informou repórteres sobre a situação dos combates na cidade de Soledar, na quinta-feira. Ela disse que soldados ucranianos estão lutando desesperadamente, apesar das condições difíceis. Líderes de um grupo local pró-Rússia haviam reivindicado na quarta-feira a tomada de Soledar.

O Instituto para Estudos sobre a Guerra, uma instituição de pesquisa dos Estados Unidos, reportou na quarta-feira que “forças russas ainda não tomaram Soledar por completo, apesar dos recentes avanços das tropas”. E acrescentou que “a possível tomada de Soledar não deve permitir que forças russas conquistem Bakhmut”.

Enquanto isso, na quinta-feira a Rússia enviou o chefe das forças terrestres, Oleg Salyukov, ao país vizinho aliado Belarus. Os ministros da Defesa dos dois países afirmam que ele inspecionou a unidade de tropas conjuntas em Belarus.

Salyukov é um dos três oficiais nomeados como vice do Chefe do Estado-Maior, Valery Gerasimov, que foi recentemente indicado para supervisionar o que Moscou chama de operação militar especial na Ucrânia.

Analistas afirmam que a Rússia tem a expectativa de que o rearranjo de cargos venha a melhorar o comando do Exército e o controle em preparação para ofensivas de grande escala.