Inflação ao consumidor em Tóquio atinge alta histórica em 40 anos

Os preços ao consumidor na capital do Japão continuam subindo no ritmo mais rápido em cerca de 40 anos. Os moradores de Tóquio foram duramente atingidos pela alta da luz, do gás e dos preços dos alimentos.

Segundo o Ministério do Interior e Telecomunicações, o índice de preços ao consumidor para o mês de dezembro aumentou 4% em relação ao mesmo mês do ano anterior nos 23 distritos da capital japonesa. Trata-se do número mais alto desde abril de 1982.

Uma série de aumentos por empresas elevou os preços dos alimentos no varejo em 7,5%. Isso representa a maior alta desde agosto de 1976. Exclui-se aí os alimentos frescos cujos preços tendem a flutuar amplamente dependendo das condições atmosféricas.

Preços mais altos dos recursos naturais elevaram o total de custos com energia, fazendo com que as contas de gás disparassem 36,2% e as de luz, 26%.

O ministério divulgou ainda números para o ano todo. A inflação ao consumidor em Tóquio, em 2022, registrou 2,2%. Trata-se do ritmo mais rápido em 30 anos, caso sejam excluídos os efeitos dos aumentos do imposto sobre o consumo.