Zoológicos e aquários no Japão passarão por análise para melhorar bem-estar dos animais

A NHK teve acesso à informação de que a Associação de Zoológicos e Aquários do Japão, conhecida como Jaza, planeja realizar uma análise para melhorar as condições em zoológicos e outras instalações.

A avaliação terá início este ano em 10 estabelecimentos. Entre eles, estão o Jardim Zoológico de Ueno e o Parque Zoológico de Tama, ambos em Tóquio, e o Zoológico Tennoji de Osaka.

Cerca de 90 pontos serão avaliados, incluindo se a área habitacional dos animais é grande o suficiente para que possam se movimentar da mesma forma como fariam em seu habitat natural e se existem quaisquer obstáculos que podem causar ferimentos.

Outro ponto a ser investigado é se todos os estabelecimentos possuem um sistema para registrar e gerenciar a nutrição e saúde dos animais.

Zoológicos em todo o mundo vêm dando uma maior ênfase ao bem-estar dos animais. O Jardim Zoológico de Ueno recriou uma floresta da província chinesa de Sichuan para seus pandas-gigantes.

Regulamentos mais estritos de proteção ao bem-estar dos animais faz com que seja mais difícil para zoológicos importarem espécies raras, já que tal ação está atrelada a uma maior fiscalização sobre como os animais são mantidos.

A Jaza afirma que muitos zoológicos tem como objetivo apenas o entretenimento do público, mas que eles também são obrigados a contribuir para a preservação de espécies. A associação diz ainda que irá tentar criar um ambiente no qual os animais possam viver confortavelmente.

Cerca de 140 zoológicos e aquários em todo o Japão fazem parte da Jaza.