Autoridades brasileiras retiram manifestantes bolsonaristas que invadiram Congresso

Órgãos de comunicação do Brasil informam que autoridades de segurança retiraram apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro do Congresso Nacional e de outros prédios de Brasília.

Uma multidão derrubou barricadas de segurança e entrou no prédio do Congresso no domingo. Também tomou de assalto o palácio presidencial e o Supremo Tribunal Federal.

Alguns manifestantes quebraram vidraças para ingressar no prédio do Congresso.

No palácio presidencial, escrivaninhas e impressoras foram viradas, documentos foram espalhados pelo recinto e pinturas foram danificadas.

Segundo a imprensa brasileira, 300 pessoas foram presas.

Na semana passada, Luiz Inácio Lula da Silva, de esquerda, foi empossado presidente do Brasil. Ele derrotou Bolsonaro por estreita margem no segundo turno da eleição presidencial realizada no ano passado.

Contudo, parte dos apoiadores de Bolsonaro se recusa a aceitar o resultado da eleição.

Lula declarou a jornalistas em São Paulo que quaisquer pessoas envolvidas nos motins em Brasília serão localizadas e punidas.