Governo japonês reforça controle do coronavírus em fronteiras para desembarques da China

O Japão começou a incrementar restrições temporárias nas fronteiras a partir do domingo para pessoas chegando da China, em reação à escalada de infecções pelo coronavírus no país.

Viajantes chegando em voos diretos da China continental precisarão exibir prova de um resultado negativo para um teste obtido dentro de um prazo de 72 horas antes da partida.

Testes no momento da chegada estão sendo mudados em etapas dos testes simples de antígenos para métodos mais precisos, como os do tipo PCR. Aqueles com diagnóstico positivo nos testes precisarão permanecer em instalações de quarentena.

O governo japonês vai continuar requisitando às companhias aéreas que limitem os voos diretos da China continental para quatro aeroportos: Narita, Haneda, Kansai e Chubu. Esta medida passou a vigorar no dia 30 de dezembro. Há também pedidos para que as companhias aéreas não aumentem o número de voos diretos.