Tailândia não irá adotar medidas mais rigorosas a viajantes da China

O governo tailandês anunciou que não irá adotar medidas mais rigorosas a viajantes chineses em relação à Covid-19, apesar de um aumento considerável nos casos de contágio na China.

O ministro da Saúde da Tailândia, Anutin Charnvirakul, fez o comentário em uma entrevista coletiva na quinta-feira.

Desde o ano passado, o governo tailandês não exige teste negativo de Covid-19 para as pessoas que chegam ao país. O ministro disse que esta política irá continuar para turistas provenientes de qualquer nação.

Em 2019, cerca de 11 milhões de turistas chineses visitaram a Tailândia. O número corresponde a aproximadamente 30% de visitantes estrangeiros no país.

Aparentemente, o governo tailandês espera revitalizar o setor de turismo, atraindo viajantes chineses.

O ministro afirmou que esta é uma oportunidade de reabrir a economia da Tailândia e compensar os prejuízos sofridos nos últimos 3 anos.

O Japão, Estados Unidos, entre outros países, estão fortalecendo restrições de fronteira para viajantes oriundos da China.