Salário real no Japão registra maior queda em 8 anos

Os salários reais de trabalhadores japoneses registraram, em novembro, sua maior queda ano a ano desde 2014, uma vez que a elevação dos preços vem diminuindo o poder de compra.

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão anunciou que, levando em conta a inflação, os salários reais caíram 3,8% em relação ao ano anterior.

O declínio constitui também a maior queda desde maio de 2014, quando um aumento no imposto sobre o consumo provocou a redução de salários reais em 4,1%.

O pagamento médio mensal, em novembro, foi em torno de 2.100 dólares. Houve uma elevação de 0,5% em termos de ienes em comparação com um ano antes.

Autoridades do ministério afirmam que aumentos reduzidos associados à inflação significam que salários reais estão, de fato, em declínio.