Compra de títulos pelo banco central do Japão em 2022 foi a maior em seis anos

O banco central do Japão aumentou de maneira significativa no ano passado a aquisição de títulos do Tesouro — com o maior valor em seis anos —, no esforço de sustentar a sua política de afrouxamento monetário.

O Banco do Japão informou quarta-feira que, em 2022, adquiriu títulos públicos em valor superior a 111 trilhões de ienes — cerca de 840 bilhões de dólares. No total acumulado, foram 37 trilhões de ienes a mais do que no ano anterior.

O objetivo da aquisição foi limitar rendimentos sobre títulos com prazo de maturação de dez anos. A instituição identificou tendência de alta nos juros à medida que bancos centrais nos Estados Unidos e na Europa promoviam um aperto monetário.

Apenas no mês passado, o Banco do Japão comprou títulos em valor superior a 16 trilhões de ienes. Foi a segunda maior quantia correspondente a um único mês, só ficando atrás do recorde que foi estabelecido em junho. Em dezembro, o banco central realizou operações especiais de aquisição de títulos. Foi em resposta à elevação dos ganhos de vários papéis públicos que se seguiu a ajustes feitos pela instituição na sua política de forte afrouxamento monetário.