Turismo doméstico na China permanece baixo mesmo após relaxamento devido ao aumento de casos de Covid

O governo da China informou que o número de pessoas que realizou viagens domésticas dentro da país durante o feriado de fim de ano e Ano Novo foi de cerca de 40% dos níveis registrados antes da pandemia em meio a um recente aumento no número de casos de coronavírus.

A indústria do turismo doméstico registrou 52,71 milhões de viagens durante o feriado de três dias, que durou de sábado a segunda-feira.

O número representa um aumento de 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado, quando vigoravam restrições severas de combate à disseminação do coronavírus. No entanto, o número é apenas 43% do nível registrado 4 anos atrás, antes do início da pandemia.

O governo está pedindo pela retomada das atividades econômicas após ter resolvido aliviar as restrições no mês passado.

A Praça da Paz Celestial e comércios na capital Pequim estavam lotados durante o período do feriado.

O turismo não parece ter se recuperado completamente, conforme muitas pessoas ainda preferiram fazer visitas a pontos turísticos próximos ao invés de longas viagens entre províncias.

Um número grande de pessoas deve retornar às suas cidades natais durante o feriado de sete dias no Ano Novo Lunar chinês, celebrado a partir de 21 de janeiro.

Em cidades regionais e áreas rurais, onde o sistema médico se encontra sob grande tensão devido à disseminação das infecções, funcionários de instituições médicas estão se esforçando ao máximo para garantir um estoque de medicamentos para os pacientes.