Rússia vai sediar reunião de cúpula de aliança militar na próxima semana

O escritório presidencial da Rússia anunciou que o país vai sediar uma reunião de cúpula de uma aliança militar liderada por Moscou na próxima semana.

Na quinta-feira, o escritório disse que os líderes de todos os seis países membros da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) participarão da reunião que será realizada na segunda-feira em Moscou.

Entre os participantes estão o presidente da Rússia, Vladimir Putin, o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko e o presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev.

Na quinta-feira, o presidente e a primeira-ministra da Finlândia disseram, numa declaração conjunta, que seu país deveria requerer a entrada na Otan o quanto antes. Tal medida extinguiria o não-alinhamento da Finlândia.

O anúncio da reunião da OTSC acontece em meio à crescente tensão entre a Rússia e os países-membros da Otan devido à invasão da Ucrânia por Moscou.

O chanceler russo advertiu a Finlândia a não se afiliar à Otan.

Aparentemente, Putin pretende salientar a unidade da aliança liderada pela Rússia ao realizar a reunião de cúpula.