Encontro de chanceleres da Asean será adiado

O Camboja anunciou quarta-feira que será adiado um encontro de chanceleres dos membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) que está marcado para a próxima semana. Segundo observadores, divergências entre os países da Asean a respeito de Mianmar podem estar por trás do adiamento.

O encontro presencial está programado para terça-feira e quarta-feira em Siem Reap, na região norte do Camboja. Ocupando este ano a presidência rotativa da Asean, o Camboja aponta dificuldades para que muitos dos chanceleres das nações membros viajem ao país. Não foi anunciada nenhuma nova data para o encontro.

Desde o golpe ocorrido em Mianmar, nações da Asean vêm se recusando a convidar o dirigente militar do país às reuniões de cúpula da associação em meio à contínua repressão da junta a manifestações de protesto.

No entanto, o primeiro-ministro do Camboja expressou intenção de realizar reuniões com a participação de todos os membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático. Hun Sen esteve sexta-feira em Mianmar e foi recebido pelo dirigente militar do país. Outras nações da Asean manifestaram preocupação com o risco de que uma participação do dirigente militar de Mianmar leve ao reconhecimento do regime.