Dominado por legisladores pró-Pequim, Conselho Legislativo de Hong Kong realiza sessão inaugural

O Conselho Legislativo de Hong Kong realizou sua sessão inaugural com legisladores pró-Pequim ocupando praticamente todos os assentos da câmara como resultado da eleição ocorrida no mês passado.

No início da sessão, na quarta-feira, a chefe do Executivo, Carrie Lam, afirmou que seu governo espera trabalhar com os novos legisladores visando obter resultados substanciais. Ela expressou a intenção de implementar um plano para desenvolver a região norte do território, próximo à fronteira com a China continental, e lutar por uma legislação para reforçar o controle.

O símbolo nacional da China foi exibido na câmara, em uma posição acima ao da região administrativa especial de Hong Kong. Ele é maior em tamanho que o símbolo do território, dando a impressão de que o conselho não passa de uma assembleia legislativa local chinesa.

Na semana passada, líderes de partidos políticos e outros legisladores visitaram a cidade de Shenzhen, no sul da China, e se reuniram com altas autoridaes chinesas encarregadas de assuntos de Hong Kong. Eles foram instruídos diretamente a manter firmemente sua posição como patriotas.

Em dezembro de 2021, o território realizou seu primeiro pleito para o Conselho Legislativo desde a reforma eleitoral sob a atual liderança chinesa, que defende o “princípio de patriotas administrando Hong Kong”. Membros pró-Pequim arrasaram na eleição, ao passo que somente um candidato de centro conseguiu se eleger e o campo pró-democracia fracassou em obter quaisquer assentos.