Órgãos da ONU fazem apelo por doação de US$ 5 bilhões para o Afeganistão

Órgãos da Organização das Nações Unidas fizeram um apelo conjunto para a doação este ano do valor recorde de 5 bilhões de dólares em ajuda ao Afeganistão.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados anunciaram terça-feira o seu plano de ação. Informaram que a quantia pretendida é a maior a ser destinada a um único país na história da ONU.

Os dois órgãos afirmam que 24,4 milhões de pessoas — 55% da população afegã — necessitam de auxílio em razão da pior seca dos últimos 30 anos no país e do agravamento das dificuldades econômicas resultante do retorno do Talibã ao poder.

Além disso, declaram que 4,7 milhões de pessoas — 3,9 milhões das quais são crianças — têm sofrido de subnutrição.

Advertem que 130 mil crianças poderão morrer se a situação não for amenizada.

O alto comissário para Refugiados, Filippo Grandi, disse a jornalistas que o tempo para agir está acabando.

Advertindo que poderá haver um êxodo muito maior que o já ocorrido se o Afeganistão cair, ele pediu à comunidade internacional que atenda com urgência ao apelo por ajuda financeira.