Ômicron pode infectar metade da população europeia em breve

A Organização Mundial da Saúde alertou que mais da metade da população na Europa, Rússia e Ásia Central pode vir a ser infectada com a variante ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas.

O diretor Regional na Europa, Hans Kluge, declarou durante uma coletiva de imprensa na terça-feira que a variante ômicron, altamente transmissível, está se tornando a variante dominante no Oeste da Europa e se espalhando para os Bálcãs.

Kluge disse, no entanto, que as vacinas podem evitar que as pessoas infectadas desenvolvam um quadro grave da doença e diminui o risco de morte.

Ele renovou seu pedido a todos os países que acelerem a distribuição das vacinas à população.

O escritório da OMS na Europa cobre 53 países.