NHK Responde: Como saber se alguém está infectado pelo coronavírus? (1)

A NHK responde a perguntas dos ouvintes sobre o novo coronavírus. O Japão testemunha o rápido alastramento de infecções causadas pela variante ômicron do coronavírus. O inverno é a alta temporada para a gripe comum. As pessoas podem se sentir ansiosas quando têm sintomas leves de gripe, como se estivessem com Covid-19. O que devemos fazer em tais situações?

Os sintomas de Covid-19 diferem de pessoa para pessoa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) menciona o seguinte como sendo sintomas comuns que as pessoas desenvolvem quando são infectadas pelo coronavírus. São eles: febre, tosse seca, fadiga e perda de paladar ou olfato. Outros sintomas que podem afetar alguns pacientes incluem dor de garganta, dor de cabeça, diarreia, erupção cutânea ou descoloração dos dedos das mãos e dos pés, e olhos vermelhos.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, mencionam ainda falta de ar ou dificuldade de respiração, dores musculares ou corporais, congestão ou corrimento nasal, náusea ou vômito, e calafrios como sendo sintomas de Covid-19.

A questão é se os sintomas são os mesmos para infecções pela variante ômicron. Em 4 de janeiro, uma autoridade da OMS afirmou que um número cada vez maior de estudos aponta que a variante infecta o trato respiratório superior, ao contrário de outras variantes que afetam os pulmões e causam pneumonia grave. A autoridade deu a entender que inflamações provocadas pela ômicron se concentram principalmente no nariz e na garganta. Isso sugere que sintomas predominantes podem diferir de uma variante para outra.

Estas informações são do dia 11 de janeiro. Elas estão disponíveis no site do serviço em português da NHK WORLD-JAPAN na internet e na página oficial da NHK no Facebook.