Premiê japonês lamenta último lançamento de projétil por parte da Coreia do Norte

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, disse que é profundamente lamentável que a Coreia do Norte tenha lançado novamente o que se acredita ser um míssil balístico.

Kishida deu uma entrevista à imprensa nesta terça-feira. Ele disse que o último projétil foi disparado após os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas terem realizado uma reunião para discutir formas de lidar com o míssil lançado pela Coreia do Norte em 5 de janeiro.

O premiê disse também que o governo está intensificando sua vigilância e precauções. Kishida acrescentou ter instruído as autoridades do governo a se empenharem ao máximo possível para coletar e analisar informações. Também disse que lhes pediu para fornecer as informações ao povo de forma rápida e precisa.