Corte australiana irá deliberar o caso do visto do tenista Djokovic

Um tribunal da Austrália realizará uma audiência na segunda-feira sobre a decisão do país de negar entrada para a estrela do tênis Novak Djokovic, de nacionalidade sérvia, devido a uma questão relacionada ao seu status da vacina da Covid-19.

O tenista, que atualmente é número um no ranking mundial, chegou ao aeroporto de Melbourne na quarta-feira para competir no Aberto da Austrália, que começa em 17 de janeiro. Mas a sua permissão de entrada no país foi recusada.

Todos os atletas do torneio deste ano devem estar plenamente vacinados ou ter uma isenção médica fornecida por comissões estabelecidas por autoridades estatais e outros organismos.

Representantes de Djokovic afirmam que ele contraiu e se recuperou da Covid-19 no mês passado, e que eles tinham sido notificados pelo comitê organizador do torneio que ele tinha recebido uma isenção.

Djokovic está confinado em um hotel de detenção da Imigração em Melbourne.