Governo adota medidas para controlar infecções em três províncias japonesas

O governo japonês declarou estado de quase emergência em três províncias onde o coronavírus está se alastrando rapidamente. Municípios nestes locais estão impondo medidas mais rigorosas contra o vírus devido ao aumento nos casos. As restrições localizadas vão entrar em vigor no domingo e prosseguir até o final de janeiro.

A província de Okinawa, no sul do Japão, decidiu pelas medidas para controlar a disseminação do vírus, incluindo horários de funcionamento reduzidos para restaurantes e afins. Autoridades em Okinawa vão requisitar o fechamento até 21h para restaurantes com certificação de medidas contra infecções, enquanto estabelecimentos não certificados serão requisitados a não servir bebidas alcóolicas e interromper o funcionamento até 20h.

Estabelecimentos certificados que cumprirem as solicitações vão receber, por dia, 25.000 ienes, ou cerca de 210 dólares, enquanto estabelecimentos não certificados vão receber 30.000 ienes, ou cerca de 250 dólares.

A população da província será requisitada a evitar frequentar restaurantes que não estiverem cumprindo com as solicitações. A população também será solicitada a evitar áreas com aglomerações e outras de alto risco, além de evitar viagens não essenciais entre províncias.

A província de Yamaguchi decidiu implementar medidas intensivas contra o coronavírus na cidade de Iwakuni, que abriga uma base militar americana, e na cidade vizinha de Waki. Funcionários da província vão requisitar que restaurantes nas regiões estejam submetidos às medidas de quase emergência com horário de fechamento até 20h e a interrupção do serviço de bebidas alcoólicas. Haverá subsídios para os estabelecimentos que cumprirem as solicitações.

Será solicitado à população da província que exerça cautela em decisões sobre viajar para e de áreas onde as infecções estiverem aumentando. Moradores de Iwakuni e Waki serão solicitados a reduzir pela metade suas saídas de casa.

A província de Hiroshima decidiu implementar restrições localizadas contra o coronavírus em 13 cidades. Bares e restaurantes nestas localidades deverão parar de funcionar até 20h, e evitar a venda de bebidas alcoólicas. No caso de estabelecimentos com circunstâncias inevitáveis, a província vai pedir que a cooperação com os requerimentos tenha início até 11 de janeiro.

Recursos de auxílio ficarão disponíveis para empresas que cumprirem as medidas.