Santuário no Japão oferece a visitantes talismã rogando pelo fim de pandemia

Um santuário xintoísta no Japão ofereceu a visitantes, no Ano Novo, tiras de papel dobradas contendo uma prece rogando pelo fim de pandemia. A oração foi impressa usando um bloco de madeira que se acredita ter sido produzido em 1918 durante a disseminação da gripe espanhola.

O Santuário Mito Toshogu, na província de Ibaraki, a nordeste de Tóquio, descobriu o bloco de madeira de 100 anos em seu repositório em outubro do ano passado.

Prece em caracteres chineses está esculpida no bloco, que tem 25 centímetros de comprimento e 15 de largura. Há inscrição do ano de 1918 na parte traseira do material, o que leva a crer que teria sido produzido na época assolada pela gripe espanhola.

O santuário usou o bloco para imprimir 365 tiras de papel que foram oferecidas a visitantes esta semana.