Consumo em lares japoneses diminui em novembro, apesar de queda no número de infecções de coronavírus

O consumo nos lares dos japoneses caiu pelo quarto mês consecutivo em novembro. Apesar da tendência de queda no número de infecções do coronavírus, as pessoas continuaram saindo pouco para comer fora.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Ministério do Interior e Telecomunicações, lares com duas ou mais pessoas gastaram uma média de aproximadamente 2.390 dólares em novembro, uma queda de 1,3% em relação ao mesmo mês no ano anterior, com ajustes de inflação.

Os gastos com roupas e sapatos aumentaram 8,9% à medida que as pessoas começaram a sair mais de casa.

Contudo, gastos com atividades culturais, incluindo viagens, caíram 3,7%.

O setor alimentício, que inclui gastos em bares e restaurantes, registrou um declínio de 3%, enquanto que despesas domésticas, como eletricidade, gás e água, caíram 7,1%, já que as pessoas passaram menos tempo dentro de casa.

Funcionários do ministério dizem que vão monitorar cuidadosamente os efeitos da variante ômicron nos gastos de lares.