Número 1 do tênis mundial, Djokovic tem entrada negada na Austrália

Estrela do tênis da Sérvia, Novak Djokovic desembarcou em Melbourne, na Austrália, mas teve o visto de entrada no país negado por causa de um problema envolvendo seu status de vacinação contra a Covid-19.

O número 1 do tênis mundial chegou ao aeroporto de Tullamarine, na quarta-feira, para competir no Aberto da Austrália, mas foi impedido de entrar no país.

Nesta quinta-feira, a Força de Fronteira Australiana emitiu uma declaração em que diz que “pode confirmar que o Sr. Djokovic não conseguiu fornecer evidências apropriadas que atendam aos requerimentos de entrada na Austrália, e que seu visto foi subsequentemente cancelado.”

A imprensa local citou uma fonte do governo federal ligada ao caso segundo a qual havia questões sobre se Novak Djokovic possuía ou não documentação adequada para provar o motivo de sua isenção.

Este ano, todos os jogadores do torneio devem estar vacinados ou ter uma isenção concedida por painéis independentes estabelecidos pelas autoridades estaduais e outros órgãos.

Na terça-feira, o tenista postou no Twitter que rumava para a Austrália munido de uma permissão de isenção. A isenção de vacinação de Djokovic foi motivo de críticas na Austrália como sendo “injusta”.