Fauci adverte que casos da ômicron podem sobrecarregar hospitais nos EUA

O principal assessor sobre doenças infecciosas do governo dos Estados Unidos advertiu que, embora a variante ômicron do coronavírus pareça menos propensa a causar infecção grave, uma alta acentuada dos casos ainda pode sobrecarregar o sistema médico-hospitalar do país.

Os Estados Unidos registram agora a cada dia, em média semanal, cerca de 550 mil novos casos do coronavírus. Diariamente hospitais admitem cerca de 15.600 novos pacientes e comunicam em torno de 1.200 mortes por dia.

Em entrevista coletiva por videoconferência, na quarta-feira, o assessor-chefe em Medicina da Casa Branca, Anthony Fauci, atribuiu o aumento acelerado à variante ômicron, que é altamente contagiante. Disse, porém, que, segundo múltiplas fontes, a variante causa infecção com menor gravidade. E acrescentou: “A grande quantidade de casos pode ser de menor gravidade e, mesmo assim, vir a sobrecarregar o nosso sistema médico-hospitalar.”

Fauci exortou a população a não deixar de seguir as recomendações já feitas quanto a vacinação, doses de reforço e uso de máscara.