Autoridades confirmam mais de 2 mil novos casos de Covid-19 na quarta-feira em todo o Japão

Autoridades japonesas confirmaram a ocorrência de mais de dois mil novos casos de coronavírus em todo o país, na quarta-feira, pela primeira vez em mais de três meses. Esse disparo é atribuído em parte à variante ômicron.

Na quarta-feira, Okinawa confirmou 623 novos casos, bem mais do dobro em relação ao dia anterior. A província do sul do Japão não é a única região em que os números estão crescendo.

Okinawa foi um dos lugares mais atingidos anteriormente pela pandemia. Esta foi a primeira vez que o total diário da província superou a marca de 600 em mais de quatro meses. Autoridades locais pensam se devem ou não requisitar ao governo central que declare estado de quase emergência. Isso permitiria que Okinawa introduza medidas antivírus mais rigorosas.

Tóquio também registrou um disparo no número de casos na quarta-feira, com 390 novas infecções. O total diário da capital japonesa quase que quadruplicou no período de apenas dois dias.

Atualmente, o governo japonês pede a todos aqueles infectados pela variante ômicron que permaneçam em hospitais. Pessoas que mantiveram contato próximo são requisitadas a se autoisolarem em instalações designadas.

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social, Goto Shigeyuki, disse: “Governos locais podem mudar essas regras, caso confirmem que há um rápido alastramento da infecção em suas regiões e caso esperem que o sistema médico-hospitalar e as atividades dos trabalhadores da saúde sejam afetados.”

A contagem oficial não inclui infecções registradas em bases militares dos Estados Unidos no Japão, que têm passado por um disparo de novos casos.

Na base aérea de Iwakuni, pertencente ao Corpo de Fuzileiros Navais americanos, na província de Yamaguchi, 182 pessoas foram confirmadas como tendo sido infectadas na quarta-feira. Além disso, 57 pessoas na base aérea de Yokota, em Tóquio; 41 no campo Fuji, em Shizuoka; e 16 na base de Sasebo da Marinha, em Nagasaki, também foram confirmadas como tendo sido infectadas.