Ministro da Defesa diz que míssil norte-coreano caiu fora da ZEE do Japão

O ministro da Defesa japonês Kishi Nobuo diz que um presumível míssil balístico lançado pela Coreia do Norte na manhã de quarta-feira voou cerca de 500 quilômetros e aparentemente caiu fora da zona econômica exclusiva do Japão.

Kishi disse aos repórteres na quarta-feira que a Coreia do Norte lançou o presumível míssil balístico na direção leste a partir de uma plataforma no interior do país ao redor das 8:07 da manhã.

O ministro disse que não foi confirmado até agora que alguma aeronave ou embarcação japonesa tenha sofrido danos.

Kishi disse que está sendo feita uma análise detalhada sobre o ocorrido, e conforme instruções do primeiro-ministro Kishida Fumio, ordenou que o Ministério da Defesa e as Forças de Autodefesa do Japão continuem a tomar todas as medidas possíveis para colher informações e monitorar a situação.

O ministro disse que vai trabalhar junto com os países relevantes, incluindo os EUA e a Coreia do Sul, e acrescentou estar determinado a proteger a vida e subsistência das pessoas.

Kishi disse que a Coreia do Norte fez cerca de 40 lançamentos de mísseis desde maio de 2019, e aparentemente pretende aprimorar sua tecnologia de mísseis. O ministro disse ainda que os lançamentos repetidos nos últimos anos são uma grande preocupação para o Japão e a comunidade internacional.

Kishi também disse que com o último lançamento norte-coreano o governo vai considerar todas as opções possíveis, inclusive adquirir capacidade para atacar bases inimigas, e reiterou que o governo vai continuar com os esforços para fortalecer drasticamente suas capacidades de defesa.