OMS confirma sintomas mais leves em infecções pela ômicron

Cientistas da Organização Mundial da Saúde estão alarmados com a disseminação da variante ômicron. No entanto, confirmaram na terça-feira que esta cepa causa sintomas mais leves.

Autoridades da OMS disseram que a variante afeta as vias aéreas superiores. Afirmam, no entanto, que as vacinas contribuem para proteger as pessoas e evitar hospitalização, casos graves e morte.

Especialistas em saúde pública reportaram que a ômicron tem uma taxa de transmissão mais alta do que outras variantes. Em muitos locais, ela se tornou a variante dominante em questão de semanas.

A disseminação apresenta um risco para os sistemas médicos em áreas onde uma alta proporção da população não está vacinada. Mas especialistas afirmam que mesmo aqueles que já se vacinaram ou foram infectados podem ficar doentes.