Governo japonês intensifica vigilância após possível lançamento de míssil por parte da Coreia do Norte

O primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, diz que o governo vai intensificar a vigilância e as precauções levando em conta o possível lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. Ele expressou seu pesar pelos repetidos lançamentos de mísseis do país executados desde o ano passado.

Kishida falou com os repórteres após chegar ao seu escritório 30 minutos antes do previsto nesta quarta-feira de manhã.

Ele diz ter instruído as autoridades a fazerem o máximo possível para coletar e analisar informações e fornecê-las rapida e precisamente ao povo.

Kishida também disse ter pedido que as autoridades tomassem medidas completas para garantir a segurança das aeronaves e embarcações, e estarem plenamente preparados para quaisquer eventos inesperados.