Primeiro leilão de baiacu do ano é realizado no oeste do Japão

O primeiro leilão do ano tendo como produto principal o baiacu – uma iguaria típica do inverno conhecida como “fugu” em japonês – ocorreu em um mercado pesqueiro da cidade de Shimonoseki, província de Yamaguchi, no oeste do Japão.

Na terça-feira, cerca de 5,6 toneladas de baiacu-tigre e outros tipos de baiacu, selvagens ou criados em cativeiro, foram colocados à mostra em caixas no Mercado Haedomari, especializado nesse tipo de peixe no país. Ao soar do sino, por volta das 3h30, compradores e intermediários faziam negócio agarrando os dedos uns do outros por baixo de um pano, escondido de outros licitantes.

O lance mais alto foi no valor de 17 mil ienes, ou cerca de 150 dólares, o quilo. Trata-se de dois mil ienes a mais que o ano passado; mas, mesmo assim, abaixo dos 20 mil ienes registrados em 2019.