Cidade do Cabo realiza funeral do arcebispo Desmond Tutu

Uma cerimônia fúnebre foi realizada para o arcebispo emérito Desmond Tutu, líder antiapartheid da África do Sul, em uma catedral da Cidade do Cabo.

Tutu, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1984 por seus esforços para abolir a política de segregação racial no país, morreu em 26 de dezembro aos 90 anos de idade.

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, declarou em tributo ao líder que Desmond Tutu serviu de guia moral para a nação. O chefe de Estado descreveu o clérigo como “um paladino na luta por liberdade, justiça, igualdade e paz, não apenas na África do Sul, seu país natal, como também pelo mundo afora”.

O funeral foi considerado modesto, com caixão de baixo custo, sem ornamentações, atendendo a desejo manifestado por Tutu antes de morrer.

O público presente acorreu a prestar homenagens finais quando o caixão foi levado à distância.