Manifestantes pedem a erradicação das armas nucleares

Manifestantes na cidade japonesa de Nagasaki participaram de um protesto no primeiro dia do ano pela abolição das armas nucleares. Esta manifestação é realizada anualmente na cidade no dia primeiro de janeiro. Nagasaki foi alvo de um bombardeio atômico durante a Segunda Guerra Mundial.

Mais de 60 pessoas participaram do protesto no sábado no Parque da Paz na cidade.

Os manifestantes prestaram um momento de silêncio às 11h02. A bomba atômica explodiu em Nagasaki neste horário exato no dia 9 de agosto de 1945. Os participantes ergueram cartazes com a palavra “paz” escrita em japonês.

O sobrevivente da bomba atômica Tanaka Yasujiro disse que 2022 será um ano importante. Ele disse desejar que países não nucleares pressionem potências nucleares, de modo que o número de ogivas atômicas possa ser reduzido.

Os Estados signatários do Tratado da ONU de Proibição de Armas Nucleares têm uma reunião agendada pela primeira vez para março de 2022.

Já a Conferência de Revisão do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares pode ser realizada em agosto.