Conferência sobre não proliferação de armas nucleares é adiada

A conferência para revisão do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, programada para janeiro, deve ser adiada por conta da pandemia do coronavívirus.

As Nações unidas e as partes envolvidas no tratado afirmam que vão analisar diversas opções para remarcar o encontro, incluindo a possibilidade de realização em agosto.

Os participantes da conferência se reúnem a cada 5 anos para discutir a situação dos esforços para reduzir armas nucleares em todo o mundo. A reunião deveria ser realizada entre 4 e 28 de janeiro de 2022, na sede da ONU em Nova York.

Na quinta-feira, as partes concordaram em adiar em vez de realizar um encontro online.

Fontes próximas a diplomatas da ONU afirmam que eles consideram ser essencial uma discussão presencial para negociações complexas, como conversações sobre a redução de armas nucleares.

A decisão foi tomada em meio ao aumento no número de novos casos de coronavírus nos Estados Unidos, incluindo muitos relatos de contágio dentro da sede da ONU.

Esta é a quarta vez que a pandemia provoca o adiamento da conferência.