Cinco coisas a fazer quando o carro fica preso na neve (2)

O que se deve fazer quando o carro fica sem poder avançar num congestionamento provocado por forte precipitação de neve, no inverno? Esta segunda edição, da série de cinco, sobre como o motorista deve agir em situações semelhantes trata da remoção da neve do cano de descarga do veículo.

Quando se fica retido na neve, é essencial remover a neve que se acumula na extremidade do cano de descarga do veículo. Se o cano ficar coberto de neve, os gases da descarga retornam ao veículo, com risco de intoxicação dos seus ocupantes por monóxido de carbono — gás tóxico que pode causar falta de oxigênio no organismo humano. Como as pessoas não costumam perceber a presença do gás, que é incolor e inodoro, a sua inalação pode ser fatal.

Em março de 2013, quatro membros de uma família morreram de intoxicação por monóxido de carbono no interior de um carro que ficou soterrado na neve na localidade de Nakashibetsu, da província de Hokkaido.

Um experimento realizado pela Federação Automobilística do Japão (JAF) constatou que a propagação do monóxido de carbono aumenta de modo relativamente rápido em veículos com o cano de descarga obstruído pela neve. Leva em torno de 20 minutos para que o gás se propague no interior de veículos a ponto de causar a morte dos ocupantes dentro de algumas horas em locais nos quais não soprem ventos, mesmo que a janela do motorista seja aberta em torno de 5 centímetros para ventilação.

Outra conclusão do experimento é a de que a propagação do monóxido de carbono não aumentará, ainda que o veículo esteja coberto de neve até o capô, se a neve for removida regularmente da extremidade do cano de descarga.

Estas informações, de 30 de dezembro, estão no site em português da NHK WORLD-JAPAN e em suas redes sociais.