Premiê do Japão pede em vídeo que a população cumpra medidas básicas de prevenção de infecção

Em mensagem de vídeo divulgada às vésperas dos feriados de Ano-Novo, o primeiro-ministro do Japão, Kishida Fumio, pede que todas as medidas anti-infecção sejam tomadas contra o coronavírus.

No vídeo postado quarta-feira no canal do Escritório do Primeiro-ministro no YouTube, Kishida afirma que, em meio à disseminação da variante ômicron, o Japão reforçou restrições fronteiriças, enquanto se prepara para o pior cenário, de uma ampla propagação da variante no país.

O premiê declara que o Japão encurtou o intervalo entre a segunda e a terceira doses da vacinação contra o coronavírus, está proporcionando mais testes da Covid-19 gratuitos e vem reforçando o sistema médico-hospitalar, ao mesmo tempo em que promove a prescrição de medicamentos por via oral.

Ele lembra que esta é a época das festas de fim de ano e Ano-Novo, de viagens, em que as pessoas visitam a sua cidade de origem ou estão de férias e na qual há inúmeras oportunidades de diversão com familiares e amigos.

Kishida Fumio pede à população que cumpra medidas básicas de prevenção de infecção, como, por exemplo, lavar as mãos, usar máscara de proteção e evitar ambientes fechados, espaços lotados e contatos interpessoais próximos.