França registra recorde de mais de 170 mil infecções por coronavírus

A França confirmou 179.807 novos casos de coronavírus na terça-feira, atingindo nova máxima recorde. Com isso, o governo francês está reforçando as medidas para conter as infecções.

Os números de terça-feira chegam a ser 1,7 vezes mais que o recorde anterior de 104.611 infecções, registrado no sábado.

Especialistas dizem que o aumento se deve à rápida disseminação da altamente contagiosa variante ômicron. Também mencionaram a quantidade cada vez maior de pessoas que realizam testes para o vírus, tendo em vista os encontros familiares para o feriado de fim de ano.

O governo francês pretende impulsionar sua campanha de vacinação ao aprovar uma lei que exigirá que as pessoas mostrem comprovante de inoculação para frequentar espaços públicos e outros, como restaurantes.

O gabinete aprovou o projeto de lei sobre a medida na segunda-feira, e a expectativa é de que a legislação entre em vigor em 15 de janeiro.

O governo francês também anunciou que o trabalho remoto será obrigatório por pelo menos 3 dias da semana para funcionários cujos serviços sejam possíveis de serem executados à distância. A exigência será imposta por três semanas, com início na próxima segunda-feira (3).